Meu perfil
BRASIL, Sul, LONDRINA, CONJUNTO SEMIRAMIS BARROS BRAGA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Informática e Internet, Esportes



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Revista Info
 Guia do Hardware
 Blog Tecnologia da Informação
 UOL Tecnologia




Luiz Fernando & Tecnologia
 


 

Maior acelerador de partículas de mundo é religado após 14 meses


Após 14 meses de manutenção o maior acelerador de partículas foi religado hoje dia 20/11/2009 às 13:00, horas de Brasilia.

"Se tudo ocorrer bem, às 07h deste sábado [04h no horário de Brasília] trataremos de fazer circular um feixe de partículas durante vários minutos", disse o porta-voz.

A circulação de partículas no gigantesco equipamento começará em um primeiro momento em baixa energia, com 450 GeV (gigaeletrons volts), e quando os cientistas injetarem feixes em direções opostas se produzirão, a essa velocidade, as primeiras colisões.

A partir então, o experimento consistirá em ir aumentando progressivamente a potência da circulação dos prótons, até chegar ao momento mais esperado e temido por alguns: as primeiras colisões de partículas a velocidade próxima a da luz, o que calculam que poderia ocorrer em janeiro.

Nesse momento, serão recriados os instantes posteriores ao Big Bang, o que dará informações chaves sobre a formação do universo e confirmará ou não a teoria da física, baseada no Bóson de Higgs.

A existência dessa partícula, que deve seu nome ao cientista que há 30 anos previu sua existência, se considera indispensável para explicar por que as partículas elementares têm massa e por que as massas são tão diferentes entre elas.

Segundo Gillies, uma garrafa de champanhe já está pronta para a comemoração.

Falha

O LHC custou 3,76 bilhões de euros e deve permitir progressos sobre o conhecimento da matéria e a origem do universo. O acelerador, contudo, teve sucessivos problemas após entrar em serviço, no dia 10 de setembro de 2008.

O primeiro incidente ocorreu menos de 48 horas após a ativação do sistema, sendo seguido por um segundo defeito, no dia 19 de setembro, que afetou os ímãs encarregados de guiar as partículas pelo circuito do acelerador.

O circuito mede nada menos que 27 km e está 100 metros sob a terra, em uma região da fronteira entre França e Suíça, passando pelo território dos dois países.

Desde setembro de 2008, o CERN realiza um longo trabalho para reparar o Acelerador de Partículas, que incluiu a instalação de novos sistemas de segurança ao longo do percurso, cuja construção envolveu mais de 7.000 físicos, durante cerca de 12 anos.

Oposição

Mas nem todo mundo apoia a experiência. Um grupo contrário ao experimento apresentou nesta sexta-feira uma denúncia ao Conselho de Direitos Humanos sobre o "perigo" que a população está exposta com esse teste.

Eles alegam que a matéria estará em um estado jamais observado antes --o que pode levar ao surgimento de um buraco negro capaz de aspirar tudo o que estiver ao redor.

 

Fonte: UOL



Escrito por Luiz Fernando às 23h46
[] [envie esta mensagem
] []





 

Google lança serviço especial para comércio eletrônico

O Google lançou um novo serviço para o comércio online, justamente no tempo que antecede as vendas natalinas. O Google Commerce Search permite aos sites oferecerem pesquisa por produtos sem ter que hospedar o recurso em seus servidores. A novidade do Google é hospedada nas nuvens, então os sites de comércio não precisarão se preocupar com a influência da capacidade ou da infraestrutura de seus servidores na experiência do comprador. Quem nunca desistiu de comprar em um site por não conseguir achar o que quer?

O ponto forte do Google Commerce Search é o motor, que é o mesmo velho e conhecido da rapaziada que navega pela Web, inspirando confiança. Mas há ainda alguns extras, como verificador de ortografia integrado: o consumidor digita errado ou está inseguro com o nome de determinado produto, e o recurso oferece sugestões de pesquisa. 

Os produtos podem ser ordenados por categoria, preço, marca ou qualquer outro atributo. Os administradores podem eventualmente destacar produtos especiais ou associá-los a outros relacionados, para torná-los mais fáceis de serem encontrados. O preço cobrado pelo Google para o serviço é baseado no número de produtos ou itens da base de dados, além do número de pesquisas realizadas em cada ano.

O Google foi esperto: 71% dos compradores online utilizam pesquisas por palavras-chave para encontrar os produtos que querem. E, como esse é um quesito básico para um site de compras na web, em muitos casos é melhor deixar essa parte para quem realmente entende do assunto.


          Fonte: Guia do Hardware



Escrito por Luiz Fernando às 13h38
[] [envie esta mensagem
] []





 

Governo quer criar estatal de R$ 1,1 bilhão para banda larga

Proposta é investir nas redes ópticas da Petrobrás, Furnas e da Eletronet para formar uma infraestrutura nacional de telecomunicações

 

Fonte: Gazeta do Povo 04/10/2009


A volta do governo à operação de serviços de telecomunicações caminha a passos rápidos em Brasília. Está marcada para amanhã a primeira reunião do Comitê Gestor do Programa de Inclusão Digital, que vai discutir os detalhes do plano de banda larga solicitado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em setembro. Desde a privatização do Sistema Telebrás, em 1998, o governo federal não tem uma operadora. A criação de uma estatal para o setor preocupa as empresas privadas.

Na semana passada, Rogério Santanna, secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, afirmou que será necessário investir R$ 1,1 bilhão nas redes ópticas da Petrobrás, Furnas e da Eletronet (empresa falida que tem a Ele trobrás como acionista) para formar uma infraestrutura nacional de telecomunicações, controlada pelo Estado. A ideia seria usar a Telebrás, hoje uma empresa sem atuação no mercado.

Santanna propôs uma parceria com as pequenas empresas de telefonia e de internet. “O negócio é criar uma rede de acesso com todos os descontentes com as grandes operadoras”, disse Santana. Se gundo ele, essas empresas estão sendo “asfixiadas” pelas grandes companhias, das quais alugam a infraestrutura para prestar serviços em nichos de mercado e cidades do interior.

Apesar do que disse Santanna, a participação das grandes operadoras no projeto ainda é uma incógnita. André Barbosa, assessor especial da Casa Civil, defendeu uma parceria do governo com todas as empresas de telecomunicações, inclusive as concessionárias. “Não vejo nenhum problema em conversar com qualquer empresa da iniciativa privada”, afirmou Barbosa. “O pensamento é ter uma infraestrutura do Estado no qual se ofereça acesso público barato e com alta velocidade, que a gente tenha a possibilidade de compartilhar isso com a iniciativa privada e que elas (as empresas) paguem para usar nossa rede.”

“Eu não creio que a experiência desses anos sugira a criação de uma estatal como uma boa opção”, afirmou Carlos Ari Sundfeld, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC), que participou da equipe que elaborou a Lei Geral das Telecomunicações. No lugar disso, segundo ele, o governo poderia transformar a banda larga em serviço em regime público nos lugares onde não existe retorno econômico.

 

 



Escrito por Luiz Fernando às 23h55
[] [envie esta mensagem
] []





Unesp tem o maior grid de servidores do país

Fonte: James Della Valle, de INFO Online

A Unesp apresentou hoje, em São Paulo, a maior rede brasileira de supercomputadores do país, com 2.944 unidades de processamento.

O GridUnesp, como foi batizada a rede, tem uma capacidade teórica total de 33,3 teraflops (trilhões de cálculos por segundo). A estrutura do sistema é formada por um núcleo de acesso principal e mais sete pólos, nos campi da universidade em Araraquara, Bauru, Botucatu, Ilha Solteira, Rio Claro, São José do Rio Preto e São Paulo.

Entre os projetos que devem aproveitar a capacidade das máquinas, estão estudos relacionados ao sequenciamento genético, previsão do tempo, modelagem molecular e celular, reconstrução de imagens médicas, desenvolvimento de novos materiais, segurança de redes de dados e química quântica.

 

Segundo a instituição, outra área a ser explorada é a física de altas energias. Um grupo liderado por Sérgio Ferraz Novaes, coordenador do GridUnesp, já desenvolve trabalhos em parceria com centros internacionais de pesquisa científica de ponta como o LHC, inaugurado no ano passado na Suíça.

“A implantação do GridUnesp é o passo decisivo para posicionar a universidade no patamar do compartilhamento de dados científicos em alto nível de desempenho computacional”, afirma Herman Jacobus Cornelis Voorwald, reitor da Unesp. “É o resultado do reconhecimento da consolidação e da elevada capacidade de diversos grupos de pesquisa”.

A computação em grade é um conceito relativamente novo, no qual o poder de processamento de muitos clusters, ou aglomerados de computadores interconectados, se une para obter um desempenho muito superior ao que se conseguiria caso os clusters fossem mantidos isolados.

De acordo com o comunicado oficial da UNESP, o projeto recebeu um investimento de R$ 8 milhões, dos quais R$ 4,4 milhões da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e R$ 3,6 milhões da própria Universidade. Dos recursos da agência federal, R$ 3 milhões foram usados na aquisição dos oito conjuntos de processadores e R$ 1,35 milhão para a ampliação da rede de fibras ópticas Kyatera, que interliga, em caráter experimental, vários centros de pesquisa do estado de São Paulo.

 

 



Escrito por Luiz Fernando às 23h18
[] [envie esta mensagem
] []





 
Praga que ataca Facebook e Twitter já tem mil variantes, alerta Kaspersky

O vírus Koobface, que ganhou notoriedade ao ameaçar contas nas redes sociais Facebook, MySpace e, mais recentemente, o Twitter, obteve um número alarmante de modificações em junho, alertou a empresa de segurança Kaspersky.

No final de maio a praga virtual contava com 324 variantes. No final de junho, foram detectadas quase 1.000 variantes. A Kaspersky atribui o crescimento de mais de 208% no número de variantes da  praga ao início das férias escolares, quando há uma elevação natural no acesso à internet.

O Koobface se espalha por meio de uma conta legítima de usuário para os perfis de seus amigos. Os comentários e as mensagens enviadas pela praga contêm um link para um site falso que convida os usuários a fazerem o download de uma “nova versão do Flash Player” ou de qualquer outro programa. O tal software também é um vírus que, uma vez baixado, faz o PC da vítima enviar mensagens maliciosas aos seus contatos.

Como formas de proteção, a Kaspersky sugere, além de manter o software antivírus atualizado, ter cuidado ao clicar em links provenientes de mensagens duvidosas, mesmo que elas venham de um amigo confiável em algum site de rede social.

Fonte: IDG NOW



Escrito por Luiz Fernando às 00h20
[] [envie esta mensagem
] []





TECNOLOGIA, O FUTURO É AGORA

Há muito tempo se vem discutindo sobre o futuro da tecnologia, porém o que não enxergamos é que o futuro é hoje e temos muito o que comemorar em relação ao avanço tecnológico, é claro a todos que o pós segunda guerra, foi o marco da evolução da tecnologia, claro que é triste dizer que foi as custas de um momento horrível da história humana para que o processo tecnológico acelerasse a uma proporção que hoje estamos vivenciando claramente. Tal processo que a cada minuto ou até segundos se desenvolva desenfreada mente para um futuro que daqui a 60 anos tudo isso que estamos vivenciando não passara de peças de museus, é totalmente paradoxo tal pensamento em que um processador de ultima geração hoje não passara de um produto ultrapassado amanhã. Talvez a palavra "Tecnologia", por si só seja equiparada ao significado de "Futuro". Será que a tecnologia chegará a um ponto em que não consiga mais se desenvolver, se tal façanha aconteça, espero não estar vivo para presenciar este momento, porém na minha opinião isso jamais acontecerá.

 

Todas as semanas estarei aqui divulgando o que acontece no mundo tecnológico, com reportagens e acontecimentos no mundo.


Saiu esta semana dia 21/09 na info

Fonte: Mariana Amaro, de INFO Online

Tecnologias verdes

Calor humano pode virar eletricidade

Uma invenção suíça é capaz de transformar calor em corrente elétrica.

Essa tecnologia seria capaz de captar o calor humano e convertê-lo em energia elétrica suficiente para, por exemplo, carregar a bateria de celulares.

O autor do projeto é um cientista de 35 anos, Wulf Glatz, da Escola Politécnica Federal de Zurique. Ele desenvolveu um gerador termoelétrico que, usando a diferença de temperatura entre fontes de calor e ambiente, é capaz de produzir energia elétrica.

Essa forma de geração de energia ainda tem outra vantagem: é completamente limpa, já que, durante o processo, nenhum gás poluente é emitido.

A invenção foi a campeã em um concurso promovido pelas companhias elétricas da Suíça, o Swisselectric Research Award 2009 e Glatz, o inventor, embolsou 25 mil francos.

Se depender de Wulf Glatz, essa tecnologia não deve demorar para estar à disposição dos consumidores. Glatz já entrou com pedido de registro de patente e pretende, por meio da sua recém-fundada companhia greenTEG GmbH, colocar o produto nas prateleiras em dois anos.

 



Escrito por Luiz Fernando às 00h40
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]